sexta-feira, 3 de maio de 2013

Ranking TOP 10 Personagens Favoritos


  Vamos brincar aqui com uma nova lista. Desta vez a ideia é ranquear os meus dez jogadores favoritos de Survivor. E confesso que esse ranking por motivos óbvios foi muito mais difícil do que o de temporadas. Mas como sempre, o motivo de se fazer as listas é gerar polêmicas e discussões divertidas a respeito do tema. Se você acha que estou errado ou discorda da lista, ponha o seu Top 10 nos comentários.

SPOILERS DE QUASE TODAS AS TEMPORADAS!




  Bom, essa lista, como as que já fiz e ainda farei é uma lista totalmente pessoal. São personagens dos quais sou fã. Mas vale lembrar que a lista é sobre personagens. Futuramente farei uma lista sobre os que no meu gosto são os 10 melhores jogadores da história de Survivor (ou meus 10 favoritos, se preferirem). Vamos a eles:


10 - Helen Glover (Survivor Thailand)





  Thailand é uma temporada pouco assistida ainda por aqui e pouco apreciada pelos fãs de Survivor mundo afora. Sim, ela é um bocado lenta em termos de estratégia e um elenco inferior ao visto em relação a temporadas contemporâneas como Marquesas e Africa, por exemplo. Mas alguns personagens de Thailand valem pelo menos uma assistida. Helen pra mim é o maior exemplo disso. A instrutora de mergulho é uma personagem bastante interessante e complexa. Durona, porém ao mesmo tempo sensível e carismática, Helen é apaixonante graças a momentos na Recompensa em que ela comanda o seu marido na base da chicotada verbal e seu discurso irado no Conselho Tribal Final contra Brian e Clay. Uma das ausências mais absurdas de Survivor All-Stars. Recomendo fortemente que ouçam aqui o podcast Survivor Historians de Mario Lanza, com várias histórias de Thailand e de Helen, explicando um pouco melhor do porquê ela é uma personagem tão boa.


9 - "Boston" Rob Mariano (Survivor Marquesas, All Stars, Heroes vs Villains e Redemption Island)





  De um garoto bobalhão em sua primeira temporada, Boston Rob hoje talvez seja uma das maiores estrelas (senão a maior) de Survivor. Ele é um ideal de jogador, uma das pessoas mais citadas atualmente por ex (né, Philip) e futuros Survivors. Particularmente, em termos de valor de personagem, gosto mais de Rob em Marquesas. Nessa temporada ele ainda não tem uma reputação a zelar, tampouco mulher e filhos para cuidar. Ele é um dos organizadores do Maraamu Radio Show, perde para Neleh num desafio de comida, se atrapalha para caçar galinhas e era também conhecido como Robfather. Já vemos em Marquesas características comuns a todas as temporadas em que ele disputou, como os confessionários afiados e precisos (talvez ele seja um dos melhores da história nesse aspecto do show, poucos resumem e contam o dia-a-dia do jogo como ele) e a necessidade de controlar o jogo. Em All Stars, Rob vira o grande vilão, o cara mau e faz isso de uma forma muito competente. Nessa posição, Rob consegue ser um cara mais chato e por isso muitos não gostam dele a partir dessa temporada. Em Heroes vs Villains e Redemption Island ele volta mais velho, como um pai e uma figura mais responsável e madura. Mas a atitude de bad boy e autoritário ainda está lá, forte, porém mais chato como personagem (principalmente graças a armação descarada que foi RI). Rob entra nessa lista graças a Marquesas. Façam, se possível, este exercício: vejam Rob em Marquesas desconsiderando o que acontece depois (recomendo que façam o mesmo com Rupert em Pearl Islands). Acredito que vocês irão se divertir bastante.

8 - Russell Hantz (Survivor Samoa, Heroes vs Villains e Redemption Island)




  Talvez um dos nomes que causem mais polêmica dessa lista, assim como o próprio gosta de causar desde seu primeiro confessionário em terras samoanas. Eu discuto a qualidade de Russell como jogador (pois ele nunca terá a chance de vencê-lo de fato, embora tenha grandes chances de chegar a Final), mas adoro o personagem Russell. Gosto muito da mentalidade maluca e megalomaníaca de vilão de novela mexicana. Gosto muito de como ele implementa o caos nas pessoas no acampamento sem necessariamente botar as vidas delas em risco (né, Brandon?). E gosto das mudanças e blindsides espetaculares que ele ajudou a proporcionar em Samoa e Heroes vs Villains. O problema de Russell é que ele é um personagem tão bom que a produção executiva do show ficou muito presa a ele e aos seus fãs, nos fazendo engolir chatices como a participação de seu sobrinho por duas vezes. Mas não tira o fato de que a presença dele, para o bem e para o mal, mudou a história de Survivor e poucos como ele podem dizer isso sobre si mesmos.


7 - Jonny Fairplay (Survivor Pearl Islands, Micronesia: Fans vs Favorites)




   Um dos grandes vilões da história de Survivor (ao lado de Richard Hatch e Russell), Fairplay infernizou a vida de quase todo mundo em Pearl Islands. O primeiro de grande Vilão na definição stricto sensu da palavra de Survivor, Fairplay zoou todo mundo, mentiu sobre a morte da avó (uma das cenas mais clássicas da história do show), mandou um cara se f%#$@ em um voto (Shawn) e além disso foi um dos grandes jogadores em termos de estratégia da história de Survivor. Como bem definiu Mario Lanza, a genialidade por trás de algumas maldades de Fairplay era fazer com que as pessoas gostassem dele de alguma maneira. Sandra foi uma das poucas a perceber que Fairplay não era flor que se cheire e por isso vimos uma das grandes rivalidades da história do show em Sandra vs. Fairplay (E ironicamente, assim como em Survivor, Sandra ganhará nesta lista dos dois de novo). Mesmo em uma volta fracassada (saiu praticamente como desistente) em Micronesia, ainda acho que Fairplay fez quase que sozinho que a premiere fosse um dos melhores episódios dessa temporada (só pra lembrar alguns momentos, na apresentação dos Favoritos quando ele foi vestido de Jeff Probst imitando o apresentador e quando ele perdeu uma disputa física de Ídolo para o fortíssimo Yau-Man).


6 - Shane Powers (Survivor Panamá)





  A melhor definição de maluco através de um personagem. Shane foi para o Panamá e acabou entrando numa desintoxicação de cigarro "psicótica do inferno", como o próprio definiu em um dos seus primeiros confessionários. Shane foi engraçado, divertido, por vezes até ameaçador (Courtney que o diga) e até emocional (como vimos em cenas com o filho Boston). Ele brincou com blackberry de pedra, ameaçou desistir do jogo algumas vezes, jurou em nome de filho várias vezes e reclamou de tudo e de todos, especialmente de suas vítimas preferidas, Danielle e da musa do fogo Courtney.



5 - Richard Hatch (Survivor Borneo, All Stars)




  "Richard deve ser um nome conhecido de qualquer um independente de ter visto Survivor ou não." Rob Cesternino disse algo mais ou menos assim sobre Richard uma vez em seu podcast. Embora ache essa afirmação um bocado exagerada, não é totalmente absurda. Richard virou um dos poucos nomes que são tão importantes quanto o show no qual ele participou. E acho que não como fazer uma lista de personagens mais marcantes de Survivor e não incluir Hatch nessa lista. Além de ser o cara a estabelecer como se joga Survivor até hoje, ele foi arrogante, convencido, nu e hilário em muitos momentos. A esperteza de Hatch em Borneo deve ter impressionado até os odiadores. Ele ainda teve a coragem de voltar para All Stars, onde era óbvio que ele seria um dos primeiros eliminados. Ainda assim, com alguns poucos episódios, Richard matou o tubarão, falou um monte de besteira e se divertiu com o "blindside" que levou em sua eliminação ("I've been bamboolzed"). Pra mim ele foi uma das salvações do fracasso que foi All Stars. Dentre momentos como a sua saga para provar a sua inocência em relação a acusação de sonegação de impostos e sua curta passagem pelo The Celebrity Apprentice, Richard é um personagem interessante fora do show, cujas falas e ações ainda repercutem com força no universo Survivor. Encerro com mais uma frase sobre Richard (dava pra fazer esse texto com só frases definindo Hatch), dessa vez do companheiro de temporada Gervase: "Survivor não seria o que é se não fosse pela vitória de Rich. Obrigado, Richard.".


4 - Cirie Fields (Survivor Panama, Micronesia e Heroes vs Villains)




  "Gangster vestida de Oprah". Uma frase genial do não menos genial Shane, que não a toa também integra esta lista, para definir uma das personagens mais amadas não só por mim, mas por vários fãs do show. Cativou alguns participantes e a audiência com a sua simpatia e carisma, mas ao mesmo tempo foi uma das jogadoras mais espertas, calculistas e agressivas em termos de estratégia. Cirie é de fato o tipo de jogadora que pode te ferrar com um sorriso e isso é um dos fatores que a fazem um personagem interessante. Ela começou em Panamá com medo dos bichos que viviam em baixo das folhas (pelo menos segundo o que ela disse em uma entrevista para o Survivor Oz) e virou uma Favorita "favoritíssima" (com o perdão do trocadilho) para o milhão de dólares. A "Couch Potato" foi uma das personagens com um dos arcos de desenvolvimento mais interessante ao longo do programa (juntamente com figuras como Boston Rob, por exemplo). Porém graças as evacuações e desistências ocorridas em Micro, ela acabou sendo eliminada no F2 e perdeu, na minha opinião, a sua grande chance de conquistar o milhão, tanto que em seu retorno em Heroes vs Villains acabou sendo eliminada por um esperto Tom que fez o seu dever de casa ao ver Cirie sendo um grande fator para o sucesso da Aliança das Viúvas Negras em Micronesia. Cirie é uma das melhores em termos de confessionários que eu já vi no show. Poucas conseguem descrever tão bem o que acontece com a competência que Cirie descreve. Eu adoraria ver em algum segmento (no Youtube ou em extras de DVD das temporadas) Cirie comentando os episódios de Survivor. Por favor CBS, há alguma chance disso acontecer, por favor?


3 - Sandra "Motherfucking" Diaz-Twine




  Assim como Cirie, Sandra é uma dona de casa. Assim como Cirie, Sandra é boa no jogo social. E porque diabos Sandra venceu duas vezes e Cirie não? Tema pra um outro post. Fato é que Sandra venceu duas vezes o jogo, mas ainda assim é uma das personagens mais populares da história do show, coisa que não é muito comum aos vencedores de Survivor (nesta lista, por exemplo, apenas três vencedores). E o mais louco disso tudo é que Sandra xingou meio mundo, arranjou briga com dois dos mais durões Vilões de Survivor (Fairplay e Russell) e ainda assim foi bastante fiel as alianças com as quais jogou e ganhou duas vezes. Eu adoro o fato de Sandra ser uma espécie de mentalidade hip hop porto-riquenha, encarando Russell e Fairplay e falando em alguns confessionários como uma big pimp, como um daqueles rappers tipo Jay Z que fazem bastante sucesso. Acho que um momento que descreve bem Sandra é em Pearl Islands, em seu primeiro confessionário, onde ela se demonstra surpresa pelo fato da galera ter que ir para o acampamento com roupas do corpo, ir para a ilha comprar as coisas e etc, e ela chega falando: "Oh, shit!". Quantas donas de casa chegam falando "oh, merda" logo em seu primeiro confessionário em Survivor? Independente das críticas a ela como jogadora, não há como negar: Sandra é uma das melhores personagens da história do show. Ponto.      

2 - Sean Rector (Survivor Marquesas)




  Sean é um personagem que divide as pessoas em pólos opostos: ou você o ama ou o odeia, ainda não vi meio termo em relação a ele. Eu particularmente sou fã dele porque eu o acho um dos personagens mais complexos da história de Survivor. Não há como enquadrá-lo em uma classe definida de personagens: ele é engraçado, sério, maluco, brigão... Ele foi capaz de arranjar confusão em Marquesas porque peidava muito no abrigo e proferir palavras finais do tipo: "Eu estou representando os meus irmãos e irmãs lá fora e isso é uma grande responsabilidade..." ou "Eu só mais um cara tentando encontrar meu lugar nesse mundo maluco". Além de ser um verdadeiro monstro dos confessionários. Ele foi o cara que fez a cena em que Sarah aporta na praia dos Maraamu virar "Cleópatra, com os peitões balançando e os servos a carregando...". Ou seja, ele capaz de ser um cara filosófico, engraçado e brigão (Hunter, John e até o aliado Paschal foram algumas vítimas de sua boca afiada), tudo num pacote só. Sean não foi popular na época nos EUA devido a dois fatores: 1 - Em alguns momentos, assim como Vecepia, extremamente religioso e 2 - Insistia muito na questão racial. Mas quem viu a temporada sabe que Sean foi muito mais do que só um cara que louvava a Deus o tempo todo e que a questão racial é importante pra um cara como ele, nascido no Brooklyn. Eu sou negro e entendo completamente vários questionamentos que ele desenvolve em relação a essa questão no programa. Recomendo fortemente pra quem sabe inglês que ouça a entrevista dele no Survivor Oz (clique aqui para ouvir). É uma das entrevistas mais interessantes que eu ouvi com um Survivor. E Sean não disputar All Stars é um dos maiores absurdos da história do show.

1 - Rob Cesternino (Survivor The Amazon, All Stars)




  Não há como eu fazer uma lista de personagens favoritos e não colocar Cesternino em primeiro. O que me impressionou no nova-iorquino descendente de italianos, meio baixinho e magrelo desde o primeiro confessionário foi o domínio que ele tinha de câmera e de me prender como audiência a cada tirada proferida por ele. Como Mario Lanza disse em algumas de suas colunas, Rob C. foi o primeiro nerd em Survivor. Foi o primeiro representante de nós, a audiência louca da internet fanática pelo show, a ter sua voz exibida na TV. E ao contrário de caras como Cochran, ele falava as coisas de forma natural, sem parecer forçado. Ele zoava a tudo e a todos, desde a religiosa Joanna ("Eu não acho que Jesus ama a Jaburu. Jesus era homem, logo eu acho que Jesus iria quer que os homens ganhassem"), passando pela gostosa e seu sonho de consumo Heidi ("Heidi foi mordida por um inseto e a ferida atingiu o tamanho de um dos seus seios") e finalmente chegando no senhor Rodger, zoando-o fortemente no voto que mandou o líder da Tambaqui pré-twist pra casa ("Hey hey, na na na, goodbye!"). Eu adoro comédia e adoro pessoas que me façam rir e ninguém me fez rir tanto em Survivor quanto Cesternino em Amazon. E além disso, ele é um baita jogador, muito estratégico. Se não fosse por Jenna ganhando as duas últimas Imunidades, Rob poderia tranquilamente ter ganho a temporada amazônica. O texto de Mario Lanza (clique aqui para ler) sobre ele no Funny 115 resume o porquê de achar um personagem como Cesternino tão espetacular.    

Fonte das imagens: Funny115.com.

4 comentários:

  1. Estou curioso pra saber qual seria o seu Top 10 para Melhores Jogadores!
    Abraços,
    Hobert Rocha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Hobert, tudo bem? Sairá, quem sabe no hiato? Vamos ver, mas farei o post sim. Abraços!

      Excluir
  2. Senti falta da Stephenie LaGrossa e da Parvati Shallow, fora isto muito bom :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rane, tudo bem? Desculpe pela demora na resposta. É... Não sou grande fã de nenhuma das duas não. Obrigado pelo elogio e volte sempre. Abraços!

      Excluir